Capítulo de São Paulo do CBC tem posse solene da diretoria 2022-2023 e homenagens em noite de gala



A diretoria do Capítulo de São Paulo do Colégio Brasileiro de Cirurgiões foi empossada aos 18 de junho de 2022, em sessão solene marcou ainda a recepção dos novos membros titulares. Uma cerimônia abrilhantada ainda por homenagens de entregas da ‘Medalha do Mérito Cirúrgico’ e dos prêmios ‘Daher Cutait 2021’, ‘Angelita Habr-Gama’, ‘Eurico Branco Ribeiro’ e ‘Benedicto Montenegro’, honrarias que destacam cirurgiões com relevantes contribuições às diversas áreas da especialidade.


Cerimônia prestigiada


À mesa, ratificando o prestígio e credibilidade do Capítulo São Paulo do CBC, estiveram lideranças médicas nacionais e estaduais, como os presidentes da Associação Médica Brasileira, César Eduardo Fernandes; da Associação Paulista de Medicina e da Academia de Medicina de São Paulo, José Luiz Gomes do Amaral; o 1º Secretário do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, Angelo Vattimo, representando presidente, Irene Abramovich; e o diretor do Setor VI do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, TCBC Edivaldo Massazo Utiyama, representando o presidente TCBC Luiz Carlos Von Bahten.

Passagem da presidência

Perfilados a eles, compuseram a mesa os mestres do Capítulo de São Paulo TCBC Ramiro Colleoni Neto - biênios de 2018/2019 e 2020/2021 – e TCBC Elias Jirjoss Ilias - biênio de 2022/2023. Em um dos principais momentos da noite protagonizaram, os dois protagonizaram o rito de passagem da presidência do CBC-SP proferindo palavras breves, mas que tocaram a audiência e chamaram à reflexão.

Atualização científica


Após registrar agradecimentos ao TCBC Ramiro Colleoni e compartilhar publicamente que considera um desafio sucedê-lo pelo sucesso das gestões 2018/2019 e 2020/2021, o mestre TCBC Elias Jirjoss Ilias ressaltou a excelência e pujança do Capítulo e dos mais de 2.000 cirurgiões no estado. Ele pontuou também as missões primordiais da nova diretoria, a começar pela atualização científica de qualidade e acessível - em particular por meio do Congresso Paulista e do Curso de Cirurgia Geral, que, aliás, acaba de bater um recorde de participantes.

Formação médica


“Outra meta é resistir à abertura indiscriminada de escolas médicas. Já temos mais de 350 no país, a maior parte em São Paulo. Já tivemos conversas com a Associação Paulista de Medicina e iremos apresentar sugestões para melhorar esse quadro. Temos de evitar que milhares de médicos sejam levados ao mercado de trabalho sem condição de exercer a profissão adequadamente”, afirmou Elias Jirjoss Ilias. Trabalharemos junto ao Congresso Nacional, em Brasília, para a aprovação do exame de proficiência, aos moldes da Ordem dos Advogados do Brasil. Da mesma forma, precisamos elevar o nível da residência médica. É hora de consolidar o processo de formação em três anos, visando a aperfeiçoar cada vez mais a especialização do cirurgião geral. Devemos ainda repensar as normas que regem a residência médica, focando à capacitação plena”.

Diretores em destaque


Fechando sua fala, mestre Elias Ilias fez menção especial a cada um dos membros de sua diretoria e comentou o papel essencial eles vêm cumprindo. Formam o grupo o vice-mestre TCBC Rubens Antônio Aissar Sallum, o secretárioTCBC Maurício Andrade Azevedo, o tesoureiro TCBC Wilson Rodrigues de Freitas Jr., o diretor da Defesa Profissional e coordenador do Curso Continuado de Cirurgia Geral, TCBC Roger Beltrati Coser, o coordenador das Atividades Regionais, TCBC Toufic Anbar Neto, e o diretor de Comunicação, TCBC Carlos Augusto Metidieri Menegozzo.


Recepção aos membros


​Diversos momentos da sessão solene transformaram a noite em página inesquecível para os cirurgiões do Estado. Um deles foi a posse dos novos membros do Capítulo.

A leitura do juramento foi do TCBC Bernardo Mazzini Ketzer, enquanto os demais colegas o repetiam em um coro que emocionou a plateia composta de familiares e amigos.


A seguir, em ordem alfabética, a relação dos novos membros do CBC-SP que receberam cumprimentos e certificação das mãos dos TCBC Edivaldo Massazo Utiyama, Ramiro Colleoni Neto e Elias Jirjoss Ilias:

Alexandre Borgheresi

Anderson Roberto Guerra

Antonio Campos De Sica Andreotti

Arthur Camargo Barbério

Bernardo Mazzini Ketzer

Cecilia Fernandes Martins

Daniel De Morais Tavares

Douglas Yugi Koga

Eduardo Guerra Barbosa Sandoval

Fabricio Silva Da Silva

Fernando Ernesto Cruz Felippe

Gabriel Porto De Barros G. Rigo Lima

Gil Stenio Araujo Da Silva

Guilherme Blattner T.De Oliveira

Heitor Franco De Godoy

João Paulo Maciel Silva

José Arnaldo Shiomi Da Cruz

Juliana Fernandes Melo Heleno

Keller Da Silva Santos

Luiz Augusto Da Silva Tondato

Marcello Rosano

Marcus Vinicius Boaretto Cezillo

Miki Mochizuki

Paulo César Rozental Fernandes

Pedro Henrique De Freitas Amaral

Renato Poli Veneziani Sebbe

Rodrigo Sanderson

Rodrigo Vaz Ferreira

Sandro Alves Lisboa Dini

Thiago Alvim Barreiro

Thiago Jordao Almeida Prado Mattosinho

Vinicius Cordeiro Da Fonseca

Vinicius Maciel Basilio Barbosa

Walter Jose Pugliesi Junior

Willy Petrini Souza

Homenagens especiais


As homenagens a nomes que contribuem fortemente para o avanço da especialidade, à boa formação e à assistência de qualidade aos pacientes tiveram início com o anúncio do “Prêmio Daher Cutait 2021”, outorgado a um jovem cirurgião brasileiro pelo conjunto das suas atividades cientificas e profissionais, com elevados propósitos: éticos, morais e científicos. A honraria coube ao TCBC José Arnaldo Shiomi da Cruz.

Em seguida, houve a entrega do “Prêmio Angelita Habr-Gama”, que destaca uma cirurgiã por suas atividades em incentivar, sugerir e realizar ações que possam transformar positivamente a vida das colegas especialistas. A contemplada na primeira edição da premiação foi a ECBC Maria Aparecida Coelho de Arruda Henry.

Já a “Medalha do Mérito Cirúrgico”, destinada a um cirurgião pelos relevantes serviços prestados em sua comunidade, foi para o ECBC Ikurou Fujimura.

Dose dupla


Excepcionalmente, o “Prêmio “Eurico Branco Ribeiro”, criado para destacar o secretário na 1ª Diretoria do Capítulo, 1941-1943, e mestre da 6ª Diretoria, 1951-1953, teve dois laureados: a ACBC Dulce Maria Fonseca Soares Martins e o ACBC José Magrin. Importante registrar que esse prêmio é concedido anualmente pelo Capítulo de São Paulo a cirurgiões como reconhecimento pelas suas relevantes contribuições ao Estado de São Paulo em pelo menos uma das áreas: assistencial, pesquisa, gestão, cultural, social, ensino e associativa.


Benedicto Montenegro


Um capítulo à parte foi o anúncio do Prêmio “Benedicto Montenegro”, cujo nome homenageia o fundador e primeiro mestre do Capítulo de São Paulo do CBC. A honraria é concedida a um cirurgião que tenha atuado no Estado de São Paulo e contribuído de maneira inequívoca para o desenvolvimento da cirurgia brasileira.

O TCBC Ramiro Colleoni fez emocionante saudação antes da entrega ao contemplado desta edição, o ECBC Silvano Mario Attilio Raia. Antes, porém, realizou uma apresentação lindíssima, com fotos históricas, durante a qual remontou a trajetória pessoal e profissional do homenageado.


Congresso Paulista


A cerimônia marcou, em sua reta final, um chamado ao Congresso Paulista, que teve como porta-voz o diretor de Comunicação, TCBC Carlos Augusto Metidieri Menegozzo.

“A edição de 2022 será em 26 e 27 de agosto, no Centro de Convenções Rebouças, na cidade de São Paulo. A Comissão Organizadora montou um dos melhores programas de cirurgia com palestras, mesas redondas e renomados especialistas de diversas áreas. Haverá ainda cursos pré-congresso, um deles de ultrassonografia point of care no trauma, outro de cirurgia minimamente invasiva. Contaremos com a presença de Eric Pauli, do Departamento de Cirurgia da Pensilvânia, especialista em cirurgia minimamente invasiva e bariátrica. É imperdível

16 visualizações0 comentário