Presidente de Leme agradece apoio da APM para resolver impasse com a Santa Casa


No último dia 2 de fevereiro, a presidente da Associação Paulista de Medicina – Leme, Doralice Marafioti, se reuniu com o vice-prefeito da cidade, Francisco Geraldo Pinheiro, e com a secretária de Saúde, Maria Tereza Moi Gonçalves, para acompanhar o andamento das negociações entre médicos e Santa Casa. Serviços básicos como pronto-socorro, clínica médica, ginecologia e obstetrícia, ortopedia e cirurgia já estão funcionando e a expectativa da gestão local é que a situação se normalize e evolua daqui em diante.

O problema, como explica Doralice, foi o que vem se tornando comum com as Santas Casas espalhadas pelo estado: falta de verbas para repassar aos prestadores e médicos. Em Leme, a situação chegou a um ponto muito grave, de o corpo clínico parar de atender e a administração local substituir os profissionais por outros de procedência incerta. “Não sabíamos se eram médicos formados, se tinham CRM, haviam estrangeiros. A própria população enviou denúncias ao Conselho Regional de Medicina por conta disso”, relata a presidente da Regional.

O cenário começou a mudar por conta do auxílio da Defesa Profissional da APM que, em dezembro passado – no encontro com as Regionais da entidade –, explicou a situação ao governador Geraldo Alckmin, que se comprometeu a estudar medidas para solucionar a questão. “Logo depois, a Secretaria estadual de Saúde entrou em contato para ficar a par de nossas demandas, que incluíam uma auditoria na Santa Casa”, diz Doralice.

Hoje, segundo a presidente da APM Leme, a situação ainda não é a ideal, existem problemas, mas está caminhando para um cenário positivo. “A gestão atual – do prefeito Wagner Ricardo Antunes Filho – retomou o corpo clínico, que é o mais importante para manter o atendimento à população. Eles também têm um canal de comunicação melhor com a Secretaria Estadual de Saúde e com o Governo Estadual para solucionar as adversidades.”

Apoio ao interior

Em reunião de diretoria realizada no dia 3 de fevereiro, o diretor adjunto de Defesa Profissional da APM, Marun David Cury, comemorou os avanços realizados em Leme e reiterou o compromisso da Associação com suas Regionais. A diretoria – que também é exercida por João Sobreira de Moura Neto – permanece de portas abertas a todas as regionais que sentirem necessidade de orientações em resoluções de conflitos que interfiram no pleno exercício médico.


17 visualizações

(11) 3871-2331 | 3873-6083  

 3562-0088 | 99911-8117

Av. Pompéia, 634

Cj. 401 - São Paulo