Cuidado com os excessos, seu coração agradecerá

December 23, 2019

 

Normalmente, festas de fim de ano são sinônimos de comilança. Além disso, Natal e Ano Novo são períodos mais sentimentais e marcados pelas reuniões em família.

 

Entretanto, um estudo publicado em 2018 pelo British Medical Journal, aponta que o risco de acidentes cardíacos cresce durante as festas de fim de ano. Segundo os dados divulgados, a maior incidência acontece na noite de 24 de dezembro, apresentando uma alta de 37% em relação ao resto do ano. A noite do réveillon vem logo em seguida, com aumento de 20%.

 

Dr. Alexandre Quadros é diretor científico da Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista (SBHCI) e coordenador do curso de pós-graduação em cardiologia no Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul. De acordo com ele, o expressivo número de casos é reflexo de diversos fatores.

 

“Em primeiro lugar existe a questão emocional, sabemos que são datas que mexem emocionalmente com questões familiares, como a morte de um parente querido. Além disso, o excesso na alimentação e no consumo de bebidas alcoólicas também são aspectos favoráveis ao aparecimento de problemas cardíacos”, comenta.

 

Pessoas com histórico de infarto, diabetes ou pressão alta estão igualmente incluídas dentro dos fatores de riscos e merecem uma atenção ainda maior “Nesses casos, é importante que não só os pacientes, mas também os familiares, fiquem atentos a qualquer sinal”.

 

São vários os problemas cardíacos que afetam os brasileiros. O principal deles é o infarto, relacionado a todos os aspectos citados: hipertensão, fumo, diabetes, colesterol alto, histórico e idade. Por essas e outras razões é importante estar atento aos sintomas, como a dor no peito. O incômodo pode correr ainda para o pescoço ou braço esquerdo. Na identificação de qualquer sinal, recomenda-se a procura por um pronto-socorro.

 

Outras situações como arritmias e crise hipertensiva, por conta do excesso de sal na alimentação, também podem aparecer com mais frequência nessa época do ano. Dr. Alexandre ainda alerta que “pessoas com insuficiência cardíaca, em casos de retenção de líquido devido ao exagero, podem desenvolver líquido no pulmão e ter um quadro de edema agudo pulmonar”.

 

A prevenção para eventuais problemas cardíacos é a moderação. Evitar excessos na alimentação e bebidas durante as festas de fim de ano é conduta fundamental para manter o coração saudável. “Aquelas pessoas mais propensas e com histórico devem estar sempre alertas, medicando-se de maneira adequada”, acrescenta Dr. Alexandre. 

Please reload

Destaque

Adubação, saúde e meio ambiente: a essência da vida

January 23, 2020

1/10
Please reload

Posts relacionados

January 13, 2020

January 9, 2020

Please reload

Arquivo
Please reload