Ferro, o herói do sistema imunológico

August 2, 2018

Ele atua na fabricação das células vermelhas do sangue. Já nas plantas, é fundamental para a formação da clorofila.

 

  Fundamental para o crescimento e desenvolvimento do organismo, o ferro controla o suprimento de oxigênio nos tecidos, atua na fabricação das células vermelhas (hemoglobina) do sangue e na manutenção do sistema imunológico. Regula ainda vários neurotransmissores e os protege contra os danos causados pelos radiciais livres.

 

 Uma de suas principais funções é transportar o oxigênio através do sangue por todo o corpo, o que o torna essencial para nossa sobrevivência. Mulheres têm maior necessidade de ferro do que os homens e, durante a gestação, a quantidade aumenta.

 

 Cansaço, desânimo, falta de atenção, fraqueza, falta de apetite, sono, palidez, queda de cabelos e anemia são alguns dos sintomas da falta de ferro no organismo humano. A deficiência de ferro prejudica ainda o desenvolvimento cerebral e aumenta a mortalidade, principalmente em mulheres e crianças. Estima-se que 40% da população mundial apresente quadro clínico de anemia.

 

 "Nas plantas, as funções do ferro não são menos importantes do que nos seres humanos, sendo fundamental para a formação da clorofila, ainda que não faça parte dela. O ferro está envolvido ainda na redução de nitratos e sulfatos e diretamente ligado ao metabolismo de ácidos nucleicos", explica o engenheiro agrônomo Valter Casarin, consultor científico da NPV (Nutrientes para a Vida), iniciativa que busca informar a sociedade sobre os benefícios dos nutrientes para o solo e as plantas e para a segurança alimentar.

 

 As plantas com carência de ferro apresentam clorose nas folhas mais novas, mantendo apenas as nervuras na coloração verde. Em condições de deficiência severa pode ocorrer a necrose e a queda de folhas.

 

 Além do ferro, as plantas precisam de ao menos outros 16 elementos para seu desenvolvimento. Uns em maior quantidade (macronutrientes) e outros em menor (micronutrientes).

 

 O cientista Liebig criou a Lei do Mínimo, fundamental para o entendimento da importância dos nutrientes para o desenvolvimento da planta. Devemos imaginar que a planta é como um tambor de vinho: cada ripa de madeira é um nutriente - macro ou micro. As ripas devem ter o mesmo comprimento, o que significa um equilíbrio nutricional da planta. Quando uma ripa possuir tamanho menor, isto indica a carência de um determinado nutriente. Este elemento em falta irá limitar a produção da planta, mesmo que todos os outros nutrientes estejam em quantidades adequadas. A produção de uma planta será dependente da ripa que tiver o menor comprimento, ou seja, em menor quantidade no solo. Assim, o equilíbrio e a disponibilidade dos nutrientes são fundamentais para que uma planta expresse seu potencial produtivo.

 

 Os fertilizantes permitem fornecer os nutrientes de forma a estabelecer o equilíbrio quantitativo e qualitativo necessário para as plantas alcançarem o máximo em desenvolvimento e produtividade”, comenta David Roquetti Filho, diretor da Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda), mantenedora da Nutrientes Para Vida.

 

 

SOBRE O NPV       

  A Nutrientes Para Vida (NPV) possui Visão, Missão e Valores análogos à coirmã americana, a Nutrients For Life, que já colhe importantes frutos em outros países, como Estados Unidos, onde nasceu, Canadá, México e Colômbia.

 

 A NPV objetiva esclarecer e informar a sociedade sobre os benefícios dos fertilizantes (ou adubos) na produção de alimentos, bem como sobre sua utilização adequada. É uma forma de eliminar alguns mitos que habitam o imaginário popular, em virtude de falta de conhecimento e de informações equivocadas, geradas ao longo de décadas.

 

 A NPV se baseia somente em informações científicas, de modo a explicar claramente o papel essencial dos diversos tipos de fertilizantes na segurança alimentar e nutricional, além de seu efeito multiplicador na produtividade de culturas.

 

 Estima-se que aproximadamente 50% do aumento da produção de alimentos no mundo se deve a utilização dos fertilizantes. Sem eles, não haveria comida suficiente para alimentar uma população crescente.

Please reload

Destaque

Beije com moderação

February 21, 2020

1/10
Please reload

Posts relacionados

February 21, 2020

February 19, 2020

Please reload

Arquivo