Vem aí o II Congresso Brasileiro de Neurogenética

Inscrições estão abertas para encontro que ocorre de 11 a 13 de março de 2021



Há alguns anos, a ideia de promover um encontro de Neurogenética que atraísse quase 300 pessoas seria considerada impensável, visto que a área despertava menos interesse que as tidas como tradicionais, provavelmente devido ao difícil acesso a exames e ao limitado número de doenças diagnosticáveis, além dos poucos tratamentos disponíveis.


Entretanto, a semente foi lançada em 2016 e o encontro aconteceu -- com grande sucesso. Germinava ali o bom fruto representado pelo Congresso Brasileiro de Neurogenética, que em sua primeira edição, em 2018, surpreendeu a todos e superou a marca de 700 participantes.


O desafio e a vontade de fazer novamente um grande evento tornaram-se mais fortes ainda. Contudo, em março de 2020, dez dias antes da nova edição nos vimos impelidos a adiar a nossa tão esperada segunda edição.

Agora, cada vez mais conscientes de que o momento atual requer a manutenção do isolamento, decidimos realizar o Congresso na modalidade virtual, de 11 a 13 de março de 2021, contando com o empenho das organizações que nos apoiam e com grandes palestrantes, nacionais e internacionais.


A meta neste II Congresso Brasileiro de Neurogenética é o encantamento de todos, neurologistas, geneticistas, pediatras, médicos de outras especialidades interessados no tema, estudantes e demais profissionais da Saúde.


O potencial da Neurogenética – que representa a fusão de três palavras: Neurologia, genes e ética – é imenso. O desconhecido já não transmite tanto medo e, aos poucos, a possibilidade de diagnosticar e de tratar doenças neurológicas de origem genética atrai cada vez mais entusiastas.


Vamos no surpreender e encantar mais uma vez. Saiba mais e inscreva-se. Precisamos reacender as esperanças na construção de um novo futuro. Todos juntos somos fortes!


Sarah Teixeira Camargos

Presidente do II Congresso Brasileiro de Neurogenética

Coordenadora do Departamento Científico de Neurogenética da Academia Brasileira de Neurologia

5 visualizações0 comentário