top of page

Sindhosp e Câmara Municipal: homenagem à AMB


Em 18 de março, a Câmara Municipal de São Paulo foi palco de sessão solene comemorativa aos 85 anos do Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (SindHosp). Autoridades com contribuiçoes relevantes à saúde e à medicina foram homenageadas, a exemplo de Eleuses Paiva, secretário de Estado da Saúde de São Paulo; César Eduardo Fernandes, presidente da Associação Médica Brasileira; e Eloísa Bonfá, diretora da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo; entre outros.


Varias personalidades se fizeram presentes. Entre elas, Ana Estela Haddad, secretária de Informação e Saúde Digital do Ministério da Saúde; Gilberto Kassab, secretário de Governo e Relações Institucionais do Estado de São Paulo; e Luiz Zamarco, secretário municipal de Saúde de São Paulo.


César Eduardo Fernandes destacou a importância do trabalho realizado pelo SindHosp e, na figura do presidente Francisco Balestrin, parabenizou toda a diretoria pela longevidade da instituição e pelo seu engajamento na busca de melhorias na assistência médica, mormente em relação ao importante segmento que representa. Também destacou a importância de se valorizar o trabalho médico e, por fim, agradeceu à homenagem, dividindo méritos com a diretoria da AMB.

Eleuses Paiva fomentou que muitas das ações que estão sendo colocadas em prática atualmente pela Secretaria foram formuladas pelo SindHosp, salientando a ética e o trabalho da instituição e relembrando que o órgão está injetando R$ 5,8 bilhões na Saúde paulista. Reforçando as palavras do secretário, Gilberto Kassab salientou que a Saúde, ao lado da Educação, deve ser o carro-chefe de qualquer Governo, recordando o notável desenvolvimento do setor nos últimos anos.


Francisco Balestrin repassou a atuação da entidade durante os seus anos de existência, dando destaque a uma série de acontecimentos históricos dos quais o Sindicato participou e acompanhou. “Tivemos a criação do Ministério da Saúde, em 1953; o plano nacional de imunizações, em 1973; o nascimento do Sistema Único de Saúde, em 1988, sem sombra de dúvidas uma das maiores conquistas sociais dos brasileiros; e muitos outros.”


Ele também falou sobre a representação do SindHosp em mais de 51 mil estabelecimentos de Saúde em São Paulo, frisando que estes geram por volta de 1,8 milhão de postos de trabalho, resultando na movimentação de aproximadamente R$ 60 bilhões por ano.





*Com informações e fotos do SindHosp


7 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page