top of page

Médicos realizam mutirão da saúde da criança e alertam gestantes sobre risco do consumo de álcool


Em 10 de outubro, das 7h às 13h, haverá um mutirão da saúde do bebê no Terminal Rodoviário Santo Amaro. Médicos e profissionais de saúde transmitirão para as futuras mamães informações e orientações sobre a SAF (Síndrome Alcoólica Fetal) e os riscos da ingestão de álcool durante a gestação. A SAF compromete o desenvolvimento cerebral e provoca anomalias congênitas, como problemas cardíacos e fenda do palato, retardo mental, entre outros males à saúde


As grávidas que circularem pelo Terminal Rodoviário Santo Amaro, entre 7h e 13h, serão presenteadas com as pulseiras #gravidezsemálcool, reforçando o combate ao álcool durante a gestação, ganharão flores, folhetos informativos a respeito da doença e mais surpresas.


Artistas circenses especialmente convidados farão performances para atrair os populares, enquanto compartilharão mensagens de conscientização. Quem passar por lá, poderá conferir ainda a exposição de artes "Infância, eu abraço", com obras de artistas de São Paulo.


No terminal, uma grande faixa será aberta no corredor central e os pontos de ônibus receberão cartazes com dicas para uma gravidez segura.


A ação integra a campanha permanente #gravidezsemalcool, encabeçada pela Instituto Olinto Marques de Paulo (IOMP), Academia Brasileira de Neurologia (ABN), Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP), Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, Associação Médica Brasileira (AMB), Associação Paulista de Medicina (APM) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).


Políticas públicas para conter a SAF


Já em 11 de outubro, quarta feira, das 10h às 14h,, a subprefeitura de Santo Amaro fará uma mobilização e entrega de pulseiras #gravidezsemálcool no Largo 13 de Maio/Praça Floriano Peixoto, para conversar com a população e esclarecer quanto à Síndrome Alcoólica Fetal.

No dia 18, quarta-feira, às 19h, sessão solene na Câmara Municipal de São Paulo, promoverá debate entre especialistas intersetoriais e autoridades visando a construção de políticas públicas de enfrentamento à SAF.


Sobre a Síndrome Alcoólica Fetal

O consumo pesado de álcool – caracterizado pela ingestão de quatro ou mais doses - cresceu 4,25% entre as brasileiras na última década, segundo levantamento realizado pelo Centro de Informações sobre Saúde e Álcool (CISA), com dados do DATASUS 2021. Em uma sociedade em que a bebida é praticamente onipresente, uma doença faz de crianças vítimas para toda a vida antes mesmo do nascimento: é a Síndrome Alcoólica Fetal (SAF).


Especialistas são categóricos: à luz de evidências científicas, informam que não há nível seguro de consumo durante a gestação. A SAF provoca problemas como retardo de crescimento intra e extrauterino, dismorfias faciais. Disfunção do sistema nervoso central também pode afetar o bebê.

Dada a importância do alerta, desde 1999, é destacado anualmente o Dia de Prevenção da Síndrome Alcoólica Fetal. Em outubro, mês das crianças, há sempre ações de instituições de saúde e da educação para disseminar informações confiáveis sobre a doença.


No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, já se estimou a prevalência da SAF em um caso para cada 1.000 nascidos vivos. O número, entretanto, é provavelmente bem maior, em virtude da subnotificação em boa parte consequência do desconhecimento sobre a doença até entre médicos e profissionais de saúde, da dificuldade de diagnóstico e ainda do crescimento do consumo de bebidas alcóolicas entre as mulheres.


Celebridades apoiam #gravidezsemalcool


A campanha permanente #gravidezsemálcool tem como embaixadoras e embaixadores celebridades Patrícia Abravanel, Alinne Moraes, Mariana Ferrão, Deborah Secco, Carla Diaz, Filipe Bragança, Fernanda Machado, Filipe Cavalcante, Paloma Bernardi e Murilo Becker, só para citar alguns.


A busca por mais parceiros e apoios ocorre por meio do Instituto OMP e Grupo de Trabalho sobre os Efeitos do Álcool na Gestante, no Feto e no Recém-nascido da Sociedade de Pediatria de São Paulo.

instituto-omp.org.br/gravidezsemalcool

10 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page