top of page

Fórceps e vácuo extrator são opções no país das cesáreas



A América Latina é a região com a maior taxa de cesáreas do mundo – quase 50% - e o Brasil é o segundo país que mais realiza a cirurgia. Em meio a essa “epidemia” de cesarianas, especialistas buscam alternativas práticas e seguras para a mãe e para o bebê. Entre elas, estão o fórceps e o vácuo extrator, tema do próximo Debate Informal de Obstetrícia (DBI O) do Congresso Online SOGESP 2020.

Em 28 de setembro, às 20h, especialistas se reúnem de forma virtual para discutir classificação dos partos instrumentados, condições de aplicabilidade, indicação de uso, tempos operatórios, principais riscos e contraindicações desses dois instrumentos. “O parto vaginal precisa ser reabilitado. Este objetivo somente será alcançado se as novas gerações de obstetras forem convenientemente instruídas e treinadas na resolução das dificuldades que ocorrem com certa frequência no segundo período do parto”, destaca dra. Lenir Mathias, professora titular da Faculdade de Medicina de Jundiaí e coordenadora do debate.

O DBI contará ainda com a presença dos convidados Alexandre Massao Nozaki, coordenador da Residência Médica de Obstetrícia do Hospital Maternidade Interlagos (HMI - Secretaria Estadual de Saúde -SP); Fabio Roberto Cabar, membro titular do Conselho de Ética e Conduta da SOGESP; Daniela Cristina Feliciano Ferreira Nacaratto, membro do corpo técnico administrativo do Conselho de Obstetrícia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP); e Rodrigo Rocha Codarin, médico assistente e supervisor técnico de Serviço de Saúde da Clínica Obstétrica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP).

“A discussão é importante, porque leva os jovens obstetras a se preocuparem com o problema, reduzindo assim cirurgias traumáticas para o recém-nascido e lacerações maternas”, pontua Lenir. A coordenadora explica ainda que os especialistas tendem a considerar o vácuo extrator mais fácil de ser realizado em relação ao fórceps. De qualquer forma, ambos servem para facilitar o parto, puxando suavemente o bebê enquanto a mulher empurra, principalmente quando há o prolongamento perigoso do período expulsivo.

Após exposição dos assuntos pelos palestrantes, o DBI será aberto para perguntas do público.

Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP)

Data: 28 de setembro

Horário: 20h

120 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page