Caminhos para a qualificação da saúde hospitalar

APM debate o plano terapêutico como ferramenta essencial no tratamento assistencial


Em 12 de novembro, a Associação Paulista de Medicina (APM) patrocina debate sobre plano terapêutico como ferramenta de alinhamento de assistência multidisciplinar ao tratamento dos pacientes. Os conferencistas serão os drs. Alexandre Bonfim, especialista em epidemiologia hospitalar e administração Hospitalar e de Sistemas de Saúde pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP) e Luciana Pessiguini Ardis, responsável pelo setor de Qualidade do Hospital Santa Cruz de São Paulo e coordenadora do Grupo de Benchmark de Clientes do Programa CQH.


O plano terapêutico visa a integrar todas as ações envolvidas no acompanhamento assistencial, ou seja, a inteiração multidisciplinar de médicos especialistas participantes do processo. Deve necessariamente ser compartilhado com toda a equipe de saúde a fim de orientar as melhores condutas, alcançando resultados adequados e possibilitando a recuperação segura do paciente.


A palestra, com duração de uma hora e meia, discutirá a efetividade e resolubilidade da assistência. O plano terapêutico, argumenta Luciana Pessiguini, contribui para a qualificação da ação multidisciplinar da assistência durante internação, propondo intervenções mais focada e com bom prognóstico.


“Compartilharemos com médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e todos que estão envolvidos no acompanhamento do paciente internado a relevância do plano terapêutico. Aliás, em multidisciplinaridade e com trabalho conjunto, possibilita cuidado mais focalizado e, consequentemente, resultados consistentes no processo de recuperação do paciente” finaliza Luciana por fim.


O debate será no modelo Webinar, em 12 de novembro, quinta-feira, às 16h00. Para mais informações, acesse o site http://associacaopaulistamedicina.org.br/

3 visualizações

(11) 3871-2331 | 3873-6083  

 3562-0088 | 99911-8117

Av. Pompéia, 634

Cj. 401 - São Paulo