ABMLPM vai a Brasília em defesa dos associados




Logo após a ABMLPM conquistar relevante vitória no Senado, com a aprovação do custeio permanente de perícias médicas pelo governo federal, a presidente Rosa Amélia Andrade Dantas esteve em Brasília em novas ações em defesa dos associados da Medicina Legal e Perícia Médica. Desta feita, a meta foi estreitar a relação com o Conselho Federal de Medicina (CFM), além de acompanhar reunião da Comissão de Assuntos Políticos da Associação Médica Brasileira (CAP-AMB).



Presidente da ABMLPM na posse na nova diretoria do CFM


Posse CFM

Rosa Amélia foi uma das convidadas especiais à sessão solene de posse da nova diretoria do CFM, realizada em 1º de abril. Também participaram da solenidade o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o presidente da AMB, César Fernandes, além de dezenas de autoridades e dirigentes de entidades médicas nacionais e internacionais.

O ginecologista e obstetra José Hiran da Silva Gallo responderá pela pele presidência do CFM até o dia 30 de setembro de 2024. Em seu discurso, ele agradeceu aos que fizeram parte de sua trajetória e apontou os rumos que a autarquia deverá trilhar a partir de agora, enfatizando a necessidade de união para enfrentar os desafios impostos à Medicina brasileira.



Na Comissão de Assuntos Políticos, Rosa Amélia, com Etelvino Trindade e Napoleão Puente Salles


CAP

Já na Comissão de Assuntos Políticos, Rosa esteve com Etelvino Trindade, relator da CAP, e Napoleão Puente de Salles, assessor em assuntos políticos-institucionais da AMB. Vale frisar que as reuniões da Comissão são periódicas, em formato híbrido, tendo por objetivo a análise de mérito de propostas em tramitação no Congresso Nacional.


A presidente da ABMLPM, em regra, acompanha a distância, mas, semana passada, fez questão de ir presencialmente ao debate, inclusive para comunicar e debater o importante avanço obtido pela especialidade no Senado, com a aprovação, em votação simbólica, na quarta-feira, 30 de março de 2022, do projeto de lei 4491/2021, que torna permanente a garantia de custeio das perícias do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O PL, aliás, já seguiu para sanção presidencial e as perspectivas são extremamente favoráveis.




3 visualizações0 comentário