SBCM entrega medalha de Mérito em Educação de Clínica Médica


A Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM) agraciou com a medalha de Mérito em Educação de Clínica Médica personalidades que se destacam por serviços prestados à saúde, à comunidade social e científica, à formação médica e, em especial, para a especialidade e a defesa da democracia no País, na noite de quinta-feira, 23 de maio, em solenidade na sede da Associação Paulista de Medicina.

A homenagem foi criada pela SBCM neste ano, sendo outorgada a diversas personalidades. O escudo, fundido em metal nobre, traz o símbolo da Sociedade, com destaque ao mapa do Brasil e às três estrelas representante a missão, a visão e os valores desenvolvidos nos 30 anos da entidade.

Mario Cardoso, membro fundador da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, foi o primeiro a falar durante a solenidade, relembrando a trajetória da entidade. “Neste mesmo teatro, há 30 anos, nascia a SBCM. Não imaginávamos que essa caminhada daria em uma das maiores sociedades da AMB, já tendo quase 5 mil títulos de especialista concedidos. Recentemente, li um artigo do Antônio Carlos Lopes que encerrava dizendo que saúde é coisa séria e a população merece respeito. Pois essa é a síntese de nossos 30 anos”, declarou.

Antônio Carlos Lopes, presidente da SBCM, discursou na sequência. Expressou a grande emoção que sentia ao ver muitas pessoas, de todo o Brasil, em um evento de Clínica Médica, especialidade que não existia há três décadas.

Relembrou ainda que na época da inauguração da instituição, quando chamaram à mesa os presentes, o auditório ficou vazio, já que todos interessados eram aqueles que fundaram a SBCM, mais ninguém. Também agradeceu à presença do general e comandante do Exército Brasileiro, Edson Leal Pujol, fazendo, em seguida, uma reflexão:

“O médico irá perder para a tecnologia? Se for tecnicista, sim. Um humanista jamais perderá. Quando tocamos o paciente com carinho e respeito, algo acontece, a frequência cardíaca abaixa e a pressão estabiliza. Quando conversamos 15 minutos com um paciente, sem ser sobre sua queixa, não estamos perdendo tempo, mas organizando um raciocínio para um diagnóstico preciso”.

“O Exército Brasileiro e a SBCM têm muito em comum. Não só pelas interações que ocorrem nas esferas institucionais, principalmente em São Paulo, com a vigência do termo de cooperação técnico-científica com a Escola Paulista de Ciências Médicas e a Residência Médica em Clínica Médica no Hospital Militar de São Paulo, mas também pela forma holística de agir, tanto do militar, quanto do clínico geral”, declarou, por fim, o comandante Pujol.

Com informações da APM


0 visualização

(11) 3871-2331 | 3873-6083  

 3562-0088 | 99911-8117

Av. Pompéia, 634

Cj. 401 - São Paulo