Coren-SP e Cremesp realizam ato em Campinas contra a violência aos profissionais de saúde


Atividade faz parte da campanha “Violência Não Resolve” e contará com palestras de especialistas na área

Vítimas constantes de agressões psicológicas, verbais e físicas, profissionais de enfermagem e de medicina vivem uma situação preocupante em seus locais de trabalho, nos postos, hospitais e unidades de saúde. No dia 5 de junho, das 8h às 17h, representantes dos Conselhos Regionais de Enfermagem (Coren-SP) e de Medicina de São Paulo (Cremesp) vão se reunir no 2º Encontro das Comissões de Ética de Enfermagem e de Medicina, no Paço Municipal de Campinas, para debater o encaminhamento dos casos de violência.

Na abertura solene, os presidentes do Coren-SP, Fabíola Campos, e do Cremesp, Mauro Aranha, vão reforçar a importância da união das duas entidades para combater a violência, uma epidemia que atinge a rotina dos profissionais de saúde. “Não podemos encarar a violência como algo normal do nosso cotidiano. Ela prejudica a saúde dos profissionais e também a qualidade da assistência prestada à população. A enfermagem não pode ser penalizada por problemas de gestão e subfinanciamento da saúde”, afirma a presidente do Coren-SP. Fabíola ainda destaca a necessidade de criação de fluxos para acolhimento das vítimas dentro das instituições e também capacitar as equipes para que possam identificar precocemente o comportamento violento.

José Gilberto Prates, coordenador técnico do curso de residência e aprimoramento da Divisão de Enfermagem do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, ministrará a palestra Abordagem Terapêutica Como Estratégia de Manejo a Comportamento Violento.

Haverá, ainda, apresentação da sondagem sobre a violência praticada contra médicos e profissionais de enfermagem, realizada em janeiro e fevereiro deste ano pelo Coren-SP e Cremesp, e, em seguida, uma coletiva de imprensa.

Logo depois, médicos e profissionais de enfermagem também farão passeata e ato público em defesa da paz, em frente à Prefeitura Municipal de Campinas. O evento reforça a campanha Violência Não Resolve, lançada em 2015 pelo Coren-SP, com o objetivo é sensibilizar a sociedade, autoridades e gestores públicos sobre o problema, mostrando que respeito e harmonia, além de essenciais, só contribuem para a melhoria da assistência. Participarão da coletiva e do ato público centenas de profissionais, lideranças representativas das duas classes e os presidentes dos conselhos.

Após intervalo, haverá relato de casos das Comissões de Ética, com a presença de Maria Cristina Massarollo e Reinaldo Ayer de Oliveira, coordenadores das câmaras técnicas dos conselhos de enfermagem e de medicina, respectivamente.

PROGRAMAÇÃO

08h – Credenciamento + welcome coffee 09h - Abertura solene

09h30 – Palestra "Abordagem Terapêutica como estratégia de manejo a comportamento violento"

10h30 – Palestra Cremesp

11h30 – Apresentação da sondagem e dados estatísticos sobre a Violência com Médicos e Profissionais de Enfermagem

12h30 – Coletiva de Imprensa e Ato Público 13h30 - Intervalo – Almoço 14h30 – Relato de Casos: Comissões de Ética de Enfermagem e de Medicina

17h - Encerramento

2º Encontro das Comissões de Ética da Enfermagem e da Medicina – Coren-SP e Cremesp

Data: 5 de junho de 2017

Local: Paço Municipal de Campinas

Endereço: Avenida Anchieta, 200 – Salão Vermelho – Centro – Campinas – SP

Informações: http://portal.coren-sp.gov.br/eventos/inscricoes


0 visualização

(11) 3871-2331 | 3873-6083  

 3562-0088 | 99911-8117

Av. Pompéia, 634

Cj. 401 - São Paulo