Nota oficial Coren-SP sobre a crise Hospital São Paulo


Diante da decisão do conselho gestor e da direção executiva do Hospital São Paulo/Hospital Universitário/Unifesp de suspender as internações eletivas desde 31 de março, o Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP) vem a público manifestar o seu apoio aos profissionais. Essa situação é decorrente da séria crise financeira e assistencial enfrentada nos últimos anos, agravada pela instabilidade econômica do País e pela natural migração de usuários para o Sistema Único de Saúde (SUS). O Coren-SP constatou irregularidades na instituição, fazendo os apontamentos necessários para a regularização do atendimento.

Um dos maiores hospitais públicos do Brasil, o Hospital São Paulo é apenas um exemplo da difícil realidade que o sistema público de saúde atravessa em decorrência do subfinanciamento, que compromete os princípios básicos do SUS: universalidade, equidade e integralidade. São impactados por esse cenário os cerca de 1,5 mil usuários que procuram diariamente o pronto-socorro da instituição, e os profissionais da área da saúde. A enfermagem, por exemplo, está na linha de frente da assistência, protagonizando o atendimento em seus diversos níveis, sendo diretamente afetada pelo contexto de recessão.

A posição do Coren-SP é para que as autoridades ligadas à Saúde, tanto a nível federal quanto estadual e municipal, deem atenção à atual situação do Hospital São Paulo e ao SUS de maneira abrangente, para que os profissionais e a população não sejam penalizados pelo subfinanciamento da saúde pública.

Conselho Regional de Enfermagem do Estado de São Paulo – Coren-SP

São Paulo, 13 de abril de 2017


69 visualizações

(11) 3871-2331 | 3873-6083  

 3562-0088 | 99911-8117

Av. Pompéia, 634

Cj. 401 - São Paulo